14.7.17

Post de aniversário - O que aprendi até aqui - 45 anos!

14.7.17

QUARENTA E CINCO ANOS. Vinte anos atras, quando ouvia que alguém tinha essa idade, achava a pessoa velha. Chegou a minha vez e penso :nossa não me sinto com tudo isso não! 

Bom com 45 anos completados na ultima 3a feira dia 11, no segundo casamento, 23 anos de vida profissional, muitos erros cometidos e alguns acertos fundamentais, acho que já posso fazer minha lista de conselhos pra vida by Cacau. 

  1. Banque todas as suas escolhas. Você é livre pra ser quem quiser desde que assuma os riscos e as consequências disso. 
  2. Estude. A única riqueza que ninguém te tira eh a do aprendizado. 
  3. Ame ao próximo COMO a ti mesmo. NEM MAIS, NEM MENOS. 
  4. Sua familia eh seu bem maior. E ela nao necessariamente é composta de apenas parentes. Seus melhores amigos são a familia que a vida te trouxe. 
  5. Saiba dizer NÃO.
  6. Liberte-se da necessidade de aprovação alheia.
  7. Não se torne escravo das suas convicções. Mudar de ideia é sempre uma possibilidade. 
  8. Trabalhe pra realizar sonhos. A vida é muito curta pra gente viver só pagando boleto bancário. 
  9. Aprenda a usar o dinheiro que tem. Mesmo que seja menos do que você gostaria. Prosperidade não a ver com ter muito,  mas ter o suficiente e de forma consistente. 
  10. "Deixe a vida me levar" só é lindo no samba do Zeca  Pagodinho (e a vida dele eh muito bem planejada, nao se iluda). SONHE.  Transforme seus sonhos em projetos. E realize-os. 
  11. Sempre que possivel, viaje. Esteja disposto a conhecer lugares e culturas diferentes.
  12. Tenha amigos que te digam a verdade. 
  13. Tenha projetos de vida que realize COM OU SEM ALGUÉM ao lado. A vida eh sua, nao se esqueça. Se voce encontrar um amor , excelente. Mas enquanto nao acontece, siga realizando seus planos. 
  14. Tenha filhos depois de realizar a maior parte dos seus projetos pessoais. A maternidade pode empacar a vida profissional da mulher em pelo menos 3 anos (serei massacrada por dizer isso, mas eh verdade) . E não importa quão presente seja o pai,  eh da mulher o maior peso na decisão de ter filhos e na criação. Eu pensei, pensei...e decidi nao ter. Mas se vai ter..pense nisso.
  15. Se puder faça terapia. Mesmo achando que não precisa (acredite, você precisa sim) 
  16. Esteja disposta a aprender e a mudar SEMPRE. Nossa expectativa de vida eh 75 a 80 anos. Você pode mudar o curso da sua história a hora que quiser desde que se planeje e pague o preço da sua decisão. 
  17. Agradeça incansavelmente por tudo. Acordar é uma benção. Deus gosta de pessoas que reconhecem sua pequenez diante DELE. 
  18. Tenha sua conexão com o Divino. Nao estou falando de religião, mas de espiritualidade. Acredite que DEUS ou o que vc acreditar, superior a você, guia seus passos e ouve seus pedidos. É importante nao se sentir só nessa vida. 
  19. Antes de pensar POR QUE EU, pense POR QUE NÃO EU? Coisas boas e ruins acontecem a todos. 
  20. Faça a sua própria lista e  viva de acordo com o que vc acredita! 


30.6.17

Ansiedade, como Lidar?

30.6.17


Começo esse post dizendo que NÃO SOU DA ÁREA MEDICA . Esse post é sobre como eu lido com a minha ansiedade e espero que possa ajudar alguém. 



SOU ansiosa. Pra caramba.

Vivemos num mundo que não nos ajuda nem um pouco. Pressão por se enquadrar em um padrão de vida e consumo, pressão por resultados na carreira, a luta pela sobrevivência, e problemas familiares,  o medo do futuro...temos que lidar com tudo isso e muito mais. TODO SANTO DIA. Como lidar?

Sinceramente nao vejo como nos vermos livres da ansiedade no cenário atual (se alguém conseguiu, conte sua historia por favor!). Abaixo segue algumas ações que eu tomo no dia a dia para lidar com o problema: 


RESPIRE. Isso mesmo. A gente ou esquece de respirar, ou respira errado. A respiração correta é quando enchemos a barriga de ar. Respirar corretamente me ajuda inclusive a baixar a frequência cardíaca (ja comprovei no monitor cardíaco que uso pra malhar). No dia a dia, procure se lembrar de respirar corretamente. Uma forma bacana de fazer isso eh inspirar contando até 5, e expirar contando até 10. Faça isso algumas vezes seguidas e vai ver perceber como vai sentir um bem estar.


FALE O QUE SENTE. Eu sofro muito por antecipação. E muitas vezes meu sofrimento teria sido diminuído se eu simplesmente tivesse falado o que me afligia, ao invés de ficar sofrendo com a questão. E normalmente a hecatombe que eu achei que ia acontecer se eu falasse...guess what? Na maioria das vezes não acontece! Ok, as vezes da problema sim, mas ao menos eu enfrentei, falei do problema ao invés de deixar ele me sufocando. 


BUSQUE AJUDA. Não canso de falar: Se estiver ao seu alcance, faça terapia. Se não, leia sobre o assunto, assista videos no youtube...existe uma infinidade de material gratuito e online que pode ser muito útil para quem tem ansiedade.
Em alguns casos pode ser necessário o acompanhamento de um psiquiatra. Não tenha medo deste profissional. Eu, por ter pre-conceito com a psiquiatria, passei anos sofrendo, até que fui a um, fui medicada quando precisei, e foi necessário e importante pra mim. Hoje não tomo mais nenhum medicamento, mas se algum dia for necessário, nao hesitarei em recorrer a essa ajuda. 


CONVERSE. Fale com alguém de sua confiança sobre o que te aflige. As vezes o simples fato de conversar  nos acalma e ajuda a seguir em frente. 

ENFRENTE O QUE TE CAUSA ANSIEDADE. Muitas vezes nossa ansiedade vem de problemas que temos muita dificuldade de enfrentar e continuamente nos afligem. Se estiver ao seu alcance, comece a enfrentar e se for possível, resolver esses problemas. Busque ajuda se necessário.As vezes pequenas atitudes ja ajudam a mudar o cenário e nos deixam mais felizes.


ANOTE. Uma coisa que me deixava muito ansiosa, especialmente a noite, era o medo de esquecer algo importante.  Então passei a deixar um bloquinho e uma caneta próximo a cama, para anotar qualquer coisa que me viesse a cabeça. Com a chegada dos smartphones, o bloco de papel foi ganhou a companhia do evernote. Registro todas as minhas ideias nele, vou abrindo notas para consultar depois. Evernote eh um app gratuito e muito util, disponível para android e iOS. 




PLANEJE SUAS COISAS. Algo que me ajudou muito a reduzir minha ansiedade foi planejar as minhas atividades. Quanto mais eu consigo organizar meu dia, menos sou surpreendida por imprevistos, menos correria evito no dia a dia, mais tempo tenho pra mim, e isso ajuda a reduzir o ritmo e ser menos ansiosa. Mais uma vez: evernote, caderninhos, tudo o que me ajudar a manter algum controle no dia a dia, eh valido. Esse ano eu adotei o Bullet Journal e tem me ajudado muito. Falo sobre ele AQUI. 


TENHA MOMENTOS PARA SI MESMA. Quando você não está trabalhando, estudando, cuidando da casa e da família, o que está fazendo? Em que momento você está olhando para si mesma? Se cuidando? Se permitindo relaxar ? Precisamos disso. Que sejam 20min no dia, mas precisamos de um momento para uma pausa, um chá, uma conversa com amigos, ou nao fazer nada, tirar um cochilo, não importa. TENHA TEMPO PARA VOCÊ.



FAÇA ATIVIDADE FÍSICA. Exercícios são considerados ansiolíticos naturais. Caminhar, nadar, pedalar...não importa. Esse também pode ser esse tempo que você precisa pra si mesma. Experimente!



UM CHAZINHO SEMPRE AJUDA. Erva cidreira, Camomila, Erva Doce, Maçã, Valeriana, Mulungu, Maracujá..eu sempre que posso tomo um chazinho ao longo do dia. Me ajuda a ter a minha pausa, aquecem e acalmam. Um chazinho a noite também ajuda a ter uma noite tranquila.

Alguns alimentos são tidos como calmantes e auxiliares para o combate a ansiedade: Alface, Banana, Frutas Citricas, Laticinios, Proteinas. Da mesma forma, alguns alimentos podem nao ser os ideais para consumo. Leia este artigo: http://zh.clicrbs.com.br/rs/vida-e-estilo/vida/bem-estar/noticia/2015/04/conheca-os-alimentos-que-combatem-a-ansiedade-4745207.html

TENHA ATIVIDADES PRAZEROSAS. Encontre algo que lhe de prazer e que possa ser praticado com alguma frequencia. Encaixe na sua rotina um tempo para fazer o que gosta. Quando temos prazer no dia a dia, a ansiedade tende a diminuir. 


Essas são algumas das atitudes que podem ajudar. Eu AINDA SOU ANSIOSA. E busco dia a dia lidar com o problema de forma a tornar meu dia a dia melhor . 

E você, o que faz para lidar com a sua ansiedade?








23.6.17

12 dicas para um armário sustentável!

23.6.17
Consumo sustentável, minimalismo e armário capsula são termos do momento quando o assunto é moda e estilo. Confesso que armário capsula ainda é MUITO pra minha cabeça, mas há algum tempo  buscando um armário sustentável, otimizado e versátil. Seguem minhas dicas, espero que possa te ajudar! 

1) Pense no seu armário como uma grande coleção.  Nao compre roupas aleatoriamente. Antes de comprar uma peça pense quão versátil ela é. Com o que ela combina?  Claro que a gente sempre tem uma peça ou outra que gera um look "exclusivo" mas se a maioria do seu armário for assim, suas possibilidades de multiplicar seus looks serão poucas e você vai enjoar rápido do que tem. 
Eu tenho por hábito listar (eu amo listas gente!) o que falta para compor o meu estilo. Entao adquiro peças que conversam entre si e permitem combinações infinitas!

Pense em seu armario como uma grande coleção. E compre as peças que faltam para compor seu estilo! 


Ain Cacau mas eu nem sei qual é o meu estilo... vamos lá: 

2) Descubra qual o seu estilo : Você certamente já experimentou roupas que lhe caíram bem e outras não, cores que realçaram ou não a sua pele - ou simplesmente que você gostou ou não. Use essas experiencias para compor o seu estilo - identificar tecidos, cores e formatos de peças que gosta mais e lhe caem melhor. Eh um bom começo. 



Se voce nao tem ideia alguma? Faça como eu ja fiz: vá a um shopping e experimente roupas sem o compromisso de comprar (comece por lojas de departamento ou que não tem vendedores atendentes... nao vamos esquecer que as vendedoras ganham comissão e alugar azamiga pra nada, eh sacanagem) . Como autoconhecimento mesmo. Veja como a peça cai, descubra o que vc gosta ou não! 


3) EVITE compras por impulso - Viu o que eu falei acima sobre experimentar sem o compromisso de comprar? Todo mundo ja comprou algo na emoção e depois usou uma vez e encostou - se eh que usou. O ideal eh esperar um pouco, ir na loja um outro dia, experimentar novamente... e se você ainda tiver a mesma opinião sobre a peça , compre. O mesmo vale pra compras online. Deixe la no carrinho mas não compre. Dê uns dias e volte la. se você realmente tiver apaixonada pela peça - compre. 




4) Aprenda que PREÇO e QUALIDADE nem sempre andam juntos: Ja vi peças caras com acabamento e qualidade discutíveis. Roupas bem acabadas e com tecidos de boa qualidade, duram mais,  e isso não necessariamente tem a ver com preços altos. Hoje existe uma infinidade de empreendedores de moda, fazendo roupas bacanas e a um preço razoável. Que tal sair da zona de conforto das lojas conhecidas e procurar peças em feiras e eventos?  Pesquise e você pode se surpreender.

5) Compre peças atemporais - Formas e tecidos clássicos não saem de moda - Invista em peças básicas  - calças, saias, bermudas,camisas, vestidos, macacões - e com cores fáceis de combinar e/ou suas cores preferidas, dando preferencia as neutras (preto, branco, cinza, nude, marinho, musgo, vinho, marrom). Use e abuse das estampas (floral, geométrico, étnico, listas, bolinhas, animal print, etc)  para peças que conversem com o restante do armário.

O basico com estilo nunca sai de moda! 


NOTA: Peças com detalhes como "destroyed",  ombreiras, tachinhas, franjas, bordados e outros, acabam deixando o look "datado". A moda vai e volta, e se você curte estar antenada com as tendencias,  pode ter que encostar essas peças por uns tempos quando a moda delas passar. Eu não ligo pra isso e uso tudo independente das tendências, mas pra quem gosta, fique atenta. 


6) Abuse de acessórios: Colares, echarpes, lenços, flores, turbantes, boinas, chapéus, meias grossas, cintos brincos...use e abuse dos acessorios para compor seu look. Seja criativo! 

Um look P&B pode ser bem interessante !


Cinto Animal Print valorizando um look de cores analogas!


7) Não tenha medo de experimentar: Sobreposiçoes, misturas de estampas, mistura de texturas...quanto mais você se permite testar coisas novas, mas vai se surpreender com seu acervo de roupas. 

Blusa e turbante com estampas diferentes. Use e abuse do Mixprint!


8) Fotografe-se!!! Tire um momento para fazer seus "testes de estilo" ,  tire fotos e guarde para se inspirar quando precisar. Eu comecei assim e acabei virando blogueira hein! 

9) Enjoou da peça? Transforme-a!  Roupas podem ser transformadas, ajustadas, customizadas. Vestidos viram saias, camisas podem perder as mangas, ganhar bordados, aplicações e render mais um tempo no armário. Mais uma vez a criatividade (e uma costureira para uma amizade sincera rsrsrs) são fundamentais! 

A blusa que ia pro desapego pq eu nao gostava do babado...perdeu o babado e voltou pro armario!
O blazer de malha virou um colete longo. Peça trend do inverno, com customizacao do que eu ja tinha! 


10) Invista no "Faca você mesmo": Você ja pensou em costurar? Eu venho de uma familia de costureiras e sempre quis aprender. Esse ano decidi investir e estou fazendo minha primeira peça! Costurar requer atenção e paciência. Mas nao eh dificil. E o prazer de usar uma peça feita ou customizada por mim, não tem preço. RECOMENDO!



11) Desapegue do que não lhe serve mais: Chega o momento que determinada peça não nos representa mais, nem pra transformar serve. Nesse momento , DESAPEGUE. Faça a energia circular na sua casa e na sua vida - doe, venda, o que estiver adequado ao seu momento. Eu ja fiz 02 "bazares" com amigas para vender minhas roupas de tamanho maior, que fui perdendo com o emagrecimento ou que tinha enjoado. Vendi por um precinho super amigo, azamigas ficaram felizes e eu fiz uma graninha.  Grupos de desapego em redes sociais,  Bazares no Instagram e sites como o Enjoei também sao formas de vender suas peças. 

12) Brechós e Feiras de troca: Brechós se tornaram uma forma muito bacana de renovar o armário a um custo baixo. Devo confessar que  adquirir qualquer coisa usada, incluindo roupas, ainda é complicado pra mim. Acredito muito em energia, e acho que as peças vêm com a energia do dono (não sei se isso tem fundamento mas é o que eu acredito).  Tanto que vendo as minhas peças pois sei que a minha energia eh bacana neh? Quem sabe um dia me rendo a essa ideia?

E você? Já pensou em organizar seu armário e ver as possibilidades que ele tem? Me conta!

16.6.17

Use o Level 10 life e realize metas em 2017! Ainda dá tempo!

16.6.17
Ja estamos em junho! Metade do ano ja se foi. Como você está em relação àquelas resoluções do réveillon? Ih...você nem lembra mais do que se prometeu? Complicado hein?

Eu acredito firmemente que nós humanos somos movidos a realizações. Ao final de cada ciclo (que pode ser o réveillon, ou a data do nosso aniversário), precisamos olhar pra trás e ver o quanto realizamos. Isso aumenta a nossa autoestima, nosso senso de valor perante nós mesmas e o mundo, e nos impulsiona a buscar novos objetivos.

Muita gente nem sabe por onde começar a traçar metas. Eu desde muito jovem criei o habito de colocar em agendas, na primeira pagina, os objetivos para o ano. E realizava a maioria deles.

Existem muitas formas de criar e organizar metas. Um que eu acho muito interessante eh o Level 10 Life.




A primeira vez que ouvi falar nesse método foi no blog BOHO BERRY, da Kara Benz. (em ingles, mas o google traduz, galera!)  Ele eh muito usado por quem faz #Bullet Journal – nao sabe o que é? Leia aqui.

Este método consiste em criar objetivos específicos para áreas da nossa vida, a saber:

  1. Family & Friends // Família & Amigos
  2. Personal Development // Desenvolvimento Pessoal
  3. Spirituality // Espiritualidade
  4. Finances // Finanças
  5. Career // Carreira
  6. Marriage // Casamento ( ou relacionamentos)
  7. Fun & Recreation // Diversão e Recreação
  8. Giving/Contribution // Voluntariado
  9. Physical Environment // Ambiente Físico
  10. Health & Fitness // Saude e Bem estar


A Kara gostou tanto do método que ao invés de  UM objetivo por área, criou DEZ. E criou o “100 goals in 10 áreas of focus! Mas se você nem começou ainda, um objetivo por vez é o suficiente, e com o tempo você vai encontrar outros objetivos.



Eu, claro, tenho a minha lista level 10 life, e tenho meus objetivos para o ano separados por área. A cada aniversário atualizo a minha lista. E eh muito interessante esse método pois nos leva a pensar em áreas da vida que talvez não estejamos dando a devida atenção. Não criei 10 objetivos para cada área, mas tenho ao menos um para cada uma, exemplo: Estar com meus amigos pelo menos 1x mês, pagar a fatura integral do cartão mensalmente, aprender a meditar, mudar algumas coisas em casa, etc. Devo dizer que muitos desses objetivos já foram atingidos! O level 10 life acabou me ajudando a criar as 101 coisas do outro projeto de metas que eu participo, o 101 coisas em 1001 dias. Se voce não conhece, LEIA AQUI. 


Se você ainda não criou objetivos claros para esse ano, ainda dá tempo. Ainda restam 6 meses inteiros para você caminhar na direção dos seus sonhos. Não desista! 

Ou se nem começou a pensar nisso, comece: O que você quer realizar até o final do ano? Que mudanças você quer começar em sua vida, e pode começar ainda este ano? 

Grandes mudanças começam com um pequeno passo, e materializar nossos desejos no papel  (ou no smartphone) eh o mais importante deles!

E você? Tem suas metas? Como planeja seu ano? Me conte!



9.6.17

Aumente sua auto estima em 09 passos!

9.6.17

Como tem sido difícil se sentir bem consigo mesma num mundo que nos impõe padrões de vida, corpo e consumo o tempo todo!

Ao longo da vida tive meus altos e baixos em relação a autoestima. Mas nos últimos anos venho tomado atitudes que me ajudaram muito a melhorar minha forma de ver o mundo e a mim mesma. Espero que essas dicas possam ajudar voce a se sentir melhor!


 1. NÃO SE COMPARE A NINGUÉM. Você é unica. Ninguém tem a sua historia de vida, passou pelo que você passou, encara os seus desafios diários. Seu corpo, sua situação financeira e emocional, reflete a SUA historia de vida e as decisões que você tomou diante das circunstancias que enfrentou. Então ninguém pode ser comparável a você.


 2.CELEBRIDADES NÃO SÃO PARÂMETRO. Ainda dentro do assunto “não se compare a ninguém”: celebridades com corpos perfeitos, nem sempre obtêm esse corpo de forma saudável. Não são poucos os casos de transtornos alimentares e problemas de saúde decorrentes de dietas irregulares, ou abuso de anabolizantes e coisas do tipo. A alardeada vida perfeita deles muitas vezes vem por terra quando a vida privada eh exposta. No final das contas, todos temos problemas muito parecidos. Não por acaso ha muito tempo deixei de me guiar por revistas femininas e de celebridades.

       3.  FAÇA SEMPRE O MELHOR POR VOCÊ. Sua vida financeira está onde você gostaria? Se não está, o que você pode fazer de diferente? Está faltando dinheiro? Será que um curso gratuito e online na web, ou um workshop, pode te ajudar ? Conhece alguém que está na área que você pensa em atuar? Converse com essa pessoa, peça orientação.  Você não está satisfeito com a sua imagem? O que deseja mudar? Busque orientação, ha MUITA informação disponível gratuitamente para darmos os primeiros passos na direção da mudança que queremos.


4.     
4. APRENDA A DIZER NÃO. Quantas vezes nos vemos em situacoes que nem queremos, porque nao nos sentimos “a vontade” para dizer NÃO para alguem? Entenda que dizer NÃO , nao é sinal de egoísmo. Mas significa que você sabe estabelecer prioridades e assume compromissos que realmente pode cumprir.


5. BUSQUE PESSOAS QUE TEM OS MESMOS INTERESSES QUE VOCÊ: As redes sociais estão repletas de grupos para todos os tipos de necessidade e preferência, e é possivel encontrar uma rede de apoio para quase todas as situações. Busque pessoas que tenham afinidades com os seus interesses e fortaleça-se.


6.  PRIORIZE-SE. Temos 24hs por dia, 168hs por semana, 720hs por mês. Quantas dessas horas você gasta investindo no seu bem estar? Seja estudando, lendo, se cuidando, descansando, fazendo amigos, planejando coisas boas para você mesmo, praticando algum hobby...? Todos precisamos de algum interesse alem do trabalho e casa e todos precisamos de espaço para nós mesmas em nossa própria agenda!


 7. BUSQUE AJUDA. Sim, as vezes não conseguimos resolver todas as questões sozinhas, e precisamos de ajuda para alcançarmos o autoconhecimento. Busque ajuda terapêutica se julgar necessário. Se não está ao seu alcance, novamente – a internet e as redes são uma base ilimitada de informações uteis sobre ansiedade, depressão, e formas de lidar com o problema, caso não esteja em condições de fazer terapia. Não sofra sozinha.


  8. SEJA GENTIL COM VOCÊ MESMA. Sim. Perdoe-se. Muitas vezes nos cobramos demais e nos olhamos com muito mais crueldade do que o mundo ao redor nos olha. Aprenda a se amar, a se aceitar com suas qualidades e defeitos. E seja sua melhor versão, fazendo o melhor que estiver ao seu alcance para ser feliz.



9. LIBERTE-SE DA NECESSIDADE DE APROVAÇÃO ALHEIA. Nossa autoestima não pode depender APENAS dos elogios, comentários e aprovação dos outros -sejam nossos pais, parceiros, amigos. Claro que é sempre bom receber elogios e comentários positivos. Mas ninguém agrada a todo mundo. E nessa hora, a nossa opinião sobre nós mesmas vai nos sustentar mesmo quando o mundo pensa ao contrário. Fortaleça sua crença em si mesma. 


Felicidade é viver em paz com as nossas escolhas de vida. Que todas possam alcançar essa paz e viverem felizes.

Beijos!



1.6.17

DIU - Metodo Eficaz? Minha experiência

1.6.17
Uma preocupação constante da mulher, eh sobre o melhor método contraceptivo a ser usado. 

Usei pílulas durante anos , mas esbarrava na questão ESQUECIMENTO. Vivia esquecendo de tomar, o que afetava a eficácia do remédio. Desde muito jovem tomei a decisão de não ter filhos, então ter um método eficaz de evitá-los é essencial pra mim. 

Tentei usar contraceptivo injetável - mas uma unica aplicação me fez inchar 4kg e ficar com um mau humor insuportável, então desisti da ideia.

Pensei no DIU. Nunca tinha usado, e ouvia muitas historias de quem usava e acabava engravidando. Então tinha muitos receios sobre o método.

Importante dizer que nunca tive ovários policísticos ou qualquer outro problema do aparelho reprodutivo, de modo que a escolha do método contraceptivo pra mim foi uma questão de praticidade mesmo. 

Conversei com o meu ginecologista na época. Tinha 32 anos e estava recém separada. Ele não foi nada favorável a ideia pelo fato de eu não ter filhos. Decidi então procurar outra opinião, e através de indicações encontrei minha ginecologista que vem me acompanhando desde então.


Ela me pediu uma série de exames de laboratório e imagem, em diferentes épocas do meu ciclo, para poder ver como meu organismo se comportava. A partir dessa analise concluiu que o DIU de cobre era viável pra mim.

Coloquei o DIU de cobre (não hormonal) em maio de 2006, no consultório mesmo. Minha medica pediu uma ultra para confirmar que ele estava bem posicionado. E constatou que havia um problema - não no DIU, mas uma fibrose no meu útero . Foi necessário retirar o DIU, fazer a retirada dessa "pele estranha" e recolocar o dispositivo. Nesse caso não foi feito em consultório, passei uma noite internada e tudo foi feito, no dia seguinte fui pra casa.


Depois disso, a cada 6 meses fiz ultrassonografias para ver se o DIU estava corretamente posicionado. E sempre esteve no lugar!

Meu DIU era de 7 anos. Mas ele estava muito bem posicionado e com acompanhamento da minha ginecologista fiquei 10 anos e 6 meses com ele, só fazendo a troca em dezembro de 2016.

O fato de ter feito cirurgia bariátrica também virou um ponto de atenção na troca do DIU. Como eu ia perder muito peso em pouco tempo, havia o receio de o DIU sair do lugar (e ter sua eficacia afetada). Então minha ginecologista me recomendou esperar uns 30 a 45 dias depois da cirurgia (quando a eliminação de peso eh maior) para fazer a troca. 

Fiz a retirada do DIU antigo e coloquei o novo com um médico indicado pela minha ginecologista, pois ele tem um aparelho de vídeo que permitia o procedimento em consultório. Fiz tudo em menos de 1 hora e a dor foi suportável, como uma cólica. Meu DIU atual eh de 7 anos. Dado que estou com 44 anos, pode ser que seja o ultimo antes da menopausa.



Com base na minha experiencia com o DIU, acho o método seguro e recomendo DESDE QUE com acompanhamento médico. Eh um método que requer revisões periódicas. 

Listando os prós e contras, baseados na minha experiencia. 

Prós:
- Econômico - o custo do DIU x sua duração é infinitamente menor do que o custo total com anticoncepcionais e injeções no mesmo período;
- Não Hormonal, portanto bem menos agressivo ao organismo.
- Não precisar ficar lembrando de tomar remédio ou injeção eh maravilhoso!

Contras:
- Nos primeiros meses o fluxo menstrual com o DIU de cobre foi muito intenso. Com o tempo se normalizou;
- Por causa do fluxo intenso também tinha muitas cólicas no inicio do uso. Com o tempo também se normalizou

Se você tem dúvidas sobre o método, busque informação. Existem grupos em redes sociais que tratam do assunto, e vários artigos na internet. Acima de tudo busque um médico que OUÇA suas necessidades e faça toda a checagem necessária para indicar o melhor método para você. 

E você, usa? Ja usou? Tem medo? Me conta!




24.5.17

Toronto – Uma Cidade Incrivel!

24.5.17
Semana passada estava num treinamento no Canadá – um país que sempre tive curiosidade de conhecer...fiquei 8 dias em Toronto. Só posso dizer que AMEI!!

Quem me acompanha no instagram (você ainda não? Pelamor fia, pega o link aqui) acompanhou a semana pelo stories e foi muito legal. Não vou entrar em detalhes sobre o treinamento, mas o que fiz no meu tempo livre lá. E tudo que achei de bacana.

Viagem: Primeiramente..prepare-se para uma loooooooonga viagem. Meu voo foi Rio-Houston (9h40 min) +  03 horas de conexão em Houston + Voo Houston-Toronto (3h30min). Contando com o tempo de espera do voo no RJ, mas o tempo de pegar mala e sair do aeroporto em Toronto, pode contabilizar em torno de VINTE HORAS de viagem!

Clima: Maio é primavera na América do Norte. Quando cheguei lá fazia uns 9 graus, e  a  semana toda teve temperaturas de 7 a 18 graus. Somente na 4ª feira a temperatura subiu ate 27 graus (canadenses comemorando!!!), foi o único dia em que andei na rua sem casaco. No mais, usei todos os casacos , botas e echarpes que tinha direito, além de usar 02 meias fio 40 para aguentar... No Instagram tem todos os looks da viagem, passa lá! 

A semana toda foi nesse ritmo!!! Geladaaaa

Pontos Turisticos: Conheci a CN Tower, o Ripleys Aquarium (o que eu mais gostei),  a Yonge Dundas, peguei o Sightseeing Bus e rodei a cidade toda. Infelizmente nao deu tempo de conhecer as Cataratas.... eu tive basicamente sabado a tarde e domingo pra conhecer os pontos turisticos, de 2ª a 6ª foi o curso em horario integral e a maioria das atrações fecham as 17hs.E eu saí de lá sabado de manhã. Bati muita perna por lá!!! 





Vista da cidade, a partir da CN Tower


Comida:  Como pessoa bariatricada que sou, comi muito pouco . As porções , assim como nos EUA são GIGANTES até para uma pessoa nao gastroplatizada. E como nos EUA, existe uma multidao de restaurantes asiaticos, mexicanos, italianos. Come-se muito bem por lá. Mas nao provei uma comida "tipicamente canadense". 


Compras: Canadá tem os precos em geral 15% mais altos que nos EUA (informação de um morador).  Tem grandes shoppings como o Eaton Centre, que tem a Sack´s logo em frente, e uma grande variedade de comércio local. Com relação a ROUPAS, se você como eu é plus size, e curvilinea, com coxa grossa e quadril, prepare-se:  Na maioria das lojas não ha muitas opções de roupa acima do tamanho 10(42 ou 44). No Eaton eu encontrei apenas duas lojas com o meu tamanho: a Torrid, onde comprei minha calça Jeans (tam.12), e a Old Navy (onde só nao comprei pq nao gostei do caimento da calça). Ja camisetas e outras peças consegui comprar na H&M, ja que o tamanho M/L de algumas peças serviu pra mim. A calça tamanho 12 da H&M nao passou nas minhas coxas rsrsrs  

Claro que eu NAO ANDEI A CIDADE TODA, estou falando dos lugares por onde passei. 

Sapatos eu achei beeeeeeeeeeeeeeem caro, nao vi nada que valesse a pena trazer.

E cosméticos são aquele amor né gente? Aquelas farmácias maravilhosas onde a gente encontra de tudo por um preço divo.

What else?

O que mais me encantou no Canadá foi a multiculturalidade. Assim como nos EUA, tem gente de todo lugar. Como eu faço amizade fácil e puxo assunto mesmo (rsrsrs) conversei com gente da Venezuela, Mexico, Egito, Somalia, Paquistão, India, Afeganistão, Nigeria, Romênia, Taiwan....todos vivendo lá, alguns por mais de 30 anos, levaram a familia e se estabeleceram. E todos disseram que eh um lugar excelente pra se viver. Concordo!
Também conheci alguns brasileiros , alguns em intercâmbio, outros morando lá e todos também encantados com a cidade.

Claro que nem tudo são flores...o senhor do Afeganistão com quem conversei disse que eh engenheiro civil formado , o irmão eh arquiteto, e nao conseguiram emprego em suas áreas, por que as empresas exigiam experiência NO CANADÁ para dar-lhes emprego. Depois de muito tentar, ele desistiu e foi ser taxista. Vive bem, mas não conseguiu trabalhar em sua área de atuação. Não sei se isso acontece com todas as áreas – ao contrário – em TI existe uma demanda alta e eles recrutam muitos estrangeiros. Enfim..se você tem plano de emigrar para o Canadá e atuar na SUA FORMAÇÃO, procure se informar sobre futuros desafios como esse.

Outra coisa que me impressionou foi a segurança com que as pessoas andam na rua (moro no Rio de Janeiro né? Pensem). Poder andar na rua como um turista e tirar fotos sem aquele pavor de assalto como no RJ e na maioria das cidades brasileiras, nao tem preço! Voltava a pé para hotel, 6, 7 quadras, a noite, sem medo algum. É nessas horas que a gente percebe o quanto vivemos “presos” aqui no Brasil, reféns da violência.


 
Euzinha, preta, crespa, plena e botando a cara no sol a 13 graus hahahaha

Enfim, adorei Toronto. Me lembrou NY, mas sem toda aquela correria...Virou uma das minhas cidades preferidas! Moraria lá facilmente. Um dia, quem sabe?

E você já esteve no Canadá? O que achou? Me conta!

Beijos!



Design e Desenvolvimento por Lariz Santana